segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

J´Acuse

J'ACUSE !!!
(Eu acuso !) 
 
(Tributo ao professor Kássio Vinícius Castro Gomes)

« Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice. (Émile Zola)

Meu dever é falar, não quero ser cúmplice. (...) (Émile Zola)
 
Foi uma tragédia fartamente anunciada. Em milhares de casos, desrespeito. Em outros tantos, escárnio. Em Belo Horizonte, um estudante processa a escola e o professor que lhe deu notas baixas, alegando que teve danos morais ao ter que virar noites estudando para a prova subsequente. (Notem bem: o alegado "dano moral" do estudante foi ter que... estudar!).
A coisa não fica apenas por aí. Pelo Brasil afora, ameaças constantes. Ainda neste ano, uma professora brutalmente espancada por um aluno. O ápice desta escalada macabra não poderia ser outro.
O professor Kássio Vinícius Castro Gomes pagou com sua vida, com seu futuro, com o futuro de sua esposa e filhas, com as lágrimas eternas de sua mãe, pela irresponsabilidade que há muito vem tomando conta dos ambientes escolares.
Há uma lógica perversa por trás dessa asquerosa escalada. A promoção do desrespeito aos valores, ao bom senso, às regras de bem viver e à autoridade foi elevada a método de ensino e  imperativo de convivência supostamente democrática.
No início, foi o maio de 68, em Paris: gritava-se nas ruas que "era proibido proibir". Depois, a geração do "não bate, que traumatiza". A coisa continuou: "Não reprove, que atrapalha". Não dê provas difíceis, pois "temos que respeitar o perfil dos nossos alunos". Aliás, "prova não prova nada". Deixe o aluno "construir seu conhecimento." Não vamos avaliar o aluno. Pensando bem, "é o aluno que vai avaliar o professor". Afinal de contas, ele está pagando...
E como a estupidez humana não tem limite, a avacalhação geral epidêmica, travestida de "novo paradigma" (Irc!), prosseguiu a todo vapor, em vários setores: "o bandido é vítima da sociedade", "temos que mudar 'tudo isso que está aí'; "mais importante que ter conhecimento é ser 'crítico'."
Claro que a intelectualidade rasa de pedagogos de panfleto e burocratas carreiristas ganhou um imenso impulso com a mercantilização desabrida do ensino: agora, o discurso anti-disciplina é anabolizado pela lógica doentia e desonesta da paparicação ao aluno – cliente...
Estamos criando gerações em que uma parcela considerável de nossos cidadãos é composta de adultos mimados, despreparados para os problemas, decepções e desafios da vida, incapazes de lidar com conflitos e, pior, dotados de uma delirante certeza de que "o mundo lhes deve algo".
Um desses jovens, revoltado com suas notas baixas, cravou uma faca com dezoito centímetros de lâmina, bem no coração de um professor. Tirou-lhe tudo o que tinha e tudo o que poderia vir a ter, sentir, amar.
Ao assassino, corretamente , deverão ser concedidos todos os direitos que a lei prevê: o direito ao tratamento humano, o direito à ampla defesa, o direito de não ser condenado em pena maior do que a prevista em lei. Tudo isso, e muito mais, fará parte do devido processo legal, que se iniciará com a denúncia, a ser apresentada pelo Ministério Público. A acusação penal a o autor do homicídio covarde virá do promotor de justiça. Mas, com a licença devida ao célebre texto de Emile Zola, EU ACUSO tantos outros que estão por trás do cabo da faca:

EU ACUSO a pedagogia ideologizada, que pretende relativizar tudo e todos, equiparando certo ao errado e vice-versa;

EU ACUSO os pseudo-intelectuais de panfleto, que romantizam a "revolta dos oprimidos"e justificam a violência por parte daqueles que se sentem vítimas;

EU ACUSO os burocratas da educação e suas cartilhas do politicamente correto, que impedem a escola de constar faltas graves no histórico escolar, mesmo de alunos criminosos, deixando-os livres para tumultuar e cometer crimes em outras escolas;

EU ACUSO a hipocrisia de exigir professores com mestrado e doutorado, muitos dos quais, no dia a dia, serão pressionados a dar provas bem tranqüilas, provas de mentirinha, para "adequar a avaliação ao perfil dos alunos";

EU ACUSO os últimos tantos Ministros da Educação, que em nome de estatísticas hipócritas e interesses privados, permitiram a proliferação de cursos superiores completamente sem condições, freqüentados por alunos igualmente sem condições de ali estar;

EU ACUSO a mercantilização cretina do ensino, a venda de diplomas e títulos sem o mínimo de interesse e de responsabilidade com o conteúdo e formação dos alunos, bem como de suas futuras missões na sociedade;

EU ACUSO a lógica doentia e hipócrita do aluno-cliente, cada vez menos exigido e cada vez mais paparicado e enganado, o qual, finge que não sabe que, para a escola que lhe paparica, seu boleto hoje vale muito mais do que seu sucesso e sua felicidade amanhã;

EU ACUSO a hipocrisia das escolas que jamais reprovam seus alunos, as quais formam  analfabetos funcionais só para maquiar estatísticas do IDH e dizer ao mundo que o número de alunos com segundo grau completo cresceu "tantos por cento";

EU ACUSO os que aplaudem tais escolas e ainda trabalham pela massificação do ensino superior, sem entender que o aluno que ali chega deve ter o mínimo de preparo civilizacional, intelectual e moral, pois estamos chegando ao tempo no qual o aluno "terá direito" de se tornar médico ou advogado sem sequer saber escrever, tudo para o desespero de seus futuros clientes-cobaia;

EU ACUSO os que agora falam em promover um "novo paradigma", uma " nova cultura de paz", pois o que se deve promover é a boa e VELHA cultura da "vergonha na cara", do respeito às normas, à autoridade e do respeito ao ambiente universitário como um ambiente de busca do conhecimento;

EU ACUSO os "cabeça – boa" que acham e ensinam que disciplina é "careta", que respeito às normas é coisa de velho decrépito,

EU ACUSO os métodos de avaliação de professores, que se tornaram templos de vendilhões, nos quais votos são comprados e vendidos em troca de piadinhas, sorrisos e notas fáceis;

EU ACUSO os alunos que protestam contra a impunidade dos políticos, mas gabam-se de colar nas provas, assim como ACUSO os professores que, vendo tais alunos colarem, não têm coragem de aplicar a devida punição.

EU VEEMENTEMENTE ACUSO os diretores e coordenadores que impedem os professores de punir os alunos que colam, ou pretendem que os professores sejam "promoters" de seus cursos;

EU ACUSO os diretores e coordenadores que toleram condutas desrespeitosas de alunos contra professores e funcionários, pois sua omissão quanto aos pequenos incidentes é diretamente responsável pela ocorrência dos incidentes maiores;

Uma multidão de filhos tiranos que se tornam alunos -clientes, serão despejados na vida como adultos eternamente infantilizados e totalmente despreparados, tanto tecnicamente para o exercício da profissão, quanto pessoalmente para os conflitos, desafios e decepções do dia a dia.
Ensimesmados em seus delírios de perseguição ou de grandeza, estes jovens mostram cada vez menos preparo na delicada e essencial arte que é lidar com aquele ser complexo e imprevisível que podemos chamar de "o outro".
A infantilização eterna cria a seguinte e horrenda lógica, hoje na cabeça de muitas crianças em corpo de adulto: "Se eu tiro nota baixa, a culpa é do professor. Se não tenho dinheiro, a culpa é do patrão. Se me drogo, a culpa é dos meus pais. Se furto, roubo, mato, a culpa é do sistema. Eu, sou apenas uma vítima. Uma eterna vítima. O opressor é você, que trabalha, paga suas contas em dia e vive sua vida. Minhas coisas não saíram como eu queria. Estou com muita raiva. Quando eu era criança, eu batia os pés no chão. Mas agora, fisicamente, eu cresci. Portanto, você pode ser o próximo."
Qualquer um de nós pode ser o próximo, por qualquer motivo. Em qualquer lugar, dentro ou fora das escolas. A facada ignóbil no professor Kássio dói no peito de todos nós. Que a sua morte não seja em vão. É hora de repensarmos a educação brasileira e abrirmos mão dos modismos e invencionices. A melhor "nova cultura de paz" que podemos adotar nas escolas e universidades é fazermos as pazes com os bons e velhos conceitos de seriedade, responsabilidade, disciplina e estudo de verdade.
 
Igor Pantuzza Wildmann
Advogado – Doutor em Direito.
Professor universitário.

 

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Convite - Farrapos - Histórias de uma História

OLÁ!
Venho por meio desse convidá-los a assistir a peça:
Farrapos!
Histórias de uma História.

Serão duas apresentações - dia 24 e 28 de novembro às 20h30mim no teatro do SESI
(rua Pinheiro Machado, 3251 - São Pelegrino)

A entrada é 1kg de alimento não perecível.
Um espetáculo que resgata nossas tradições com novas óticas, bom humor e muita emoção.
Venha, traga seus amigos e familiares.
O espetáculo conta com:
Direção e preparação de elenco: Jonas Piccoli
Regência, sonoplastia e preparação vocal: Nei Neto
Elenco:
Amanda Vidor, Barbara Portela, Carla Simone C. da Silva, Fernando Antonio Brolese, Fernando Golfetto, Fernando Scheneider, Glória Daltoé Emmanue, Heidi K. Rech, Jandira Pereira de Freitas, Jandira Silva de Campos, Julia Carbonera, Kaliane Regalin Aver, Luiz Severo Bochese, Marcelo Ribeiro, Marisa Marta Chemello Mussoi, Petra Laste, Raquel Felipeto, Roselaine Pelizzer, Samuel de Oliveira, Sueli Camassola, Tânia M. Vargas Dorigatti, Vania Lorandi, Vivian Shiavenin.
Compareçam - Prestigiem!
 

terça-feira, 16 de novembro de 2010

CONVITE - Tarde de autógrafos

Amigos,
é com grande prazer que vos convido a comparecerem na sessão tarde-noite de autógrafos que estarei realizando nesta quinta-feira dia 18/Nov às 18:30h na sala Florense do bloco M da UCS.
Na oportunidade, faremos um bate-papo a respeito do livro UM SEGREDO A MAIS. Logo após, serão servidos vinho e grôstoli. Desde já agradeço a presença de todos.
Obrigado,
Joel Vianna

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

QUINTA SINFÔNICA ESPECIAL!

CONVITE
especial de aniversário

9º ano da OSUCS
homenagem ao
Maestro Pedro Paulo Mandelli


Queridos amigos, no dia 11 de novembro, próxima quinta-feira, na edição do Quinta Sinfônica, a Orquestra Sinfônica da UCS comemora seu nono ano de atividades. A regência é do Maestro Manfredo Schmiedt.

- Um pouco da nossa história:
A Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul – Osucs – integra os vários programas que a Universidade possui em prol da formação artístico-cultural da cidade e da região. As atividades tiveram início em outubro de 2001, com concerto de estréia no dia 22 de novembro do mesmo ano.
Escolhemos o programa Quinta Sinfônica de novembro para comemorarmos sempre o aniversário da Orquestra.

- Quinta Sinfônica:
O Quinta Sinfônica representa a série de concertos oficiais  com a realização de dez edições anuais, com datas agendadas para todas as 2ªs quintas-feiras do mês. A proposta do programa é de aproximação da comunidade com a música erudita. O repertório abrange desde temas como: trilhas sonoras de filmes; homenagem a compositores; alusão a datas, como o Dia da criança,  ou, ainda, períodos como: Barroco, Clássico, Romântico e outros. Até a presente data foram  realizadas 90 edições desse programa para uma platéia superior a 60 mil pessoas.

- Homenagem:
Já dizia o grande Érico Verissímo: "Eu venho de uma cidade que tem uma orquestra". A existência da Orquestra Sinfônica da UCS deve-se ao esforço, em sua origem, que teve muitas mãos, muitos idealizadores, diletantes e "guerreiros", que almejavam uma cidade culturalmente desenvolvida. Uma dessas pessoas é a quem prestamos nossa homenagem, dedicando este concerto a ele, que foi um grande professor, incentivador e realizador de grandes passos na área artístico-musical de nossa cidade.
Realizamos a nona edição do Quinta Sinfônica em homenagem ao maestro Pedro Paulo Mandelli, falecido no último dia 18 de outubro.
Sob a regência do Maestro Manfredo Schmiedt, foi selecionado um repertório a partir da apreciação e das obras muitas vezes regidas pelo maestro Mandelli.

Convidamos para que todos venham prestigiar e prestar conosco essa homenagem.
Não perca! repasse esse e-mail para suas listas de contato e convide seus amigos e familiares.

Repertório:
F. von Suppé - Abertura Cavalaria Ligeira
A. Ponchielli – Dança das horas
A. Ketelbey - No Jardim de um Mosteiro
J. Strauss: O Morcego (Abertura) – 1987
M. de Falla – Dança ritual do fogo
A. Ketelbey - No Mercado Persa
P. Mascagni - Cavalaria Rusticana Intermezzo
J. Strauss: Valsa do Imperador
A. Barroso/ Arr. P. P. Mandelli: Aquarela do Brasil

J. P. Sousa - The Stars and Stripes Forever


1- Serviço:

Evento: Quinta Sinfônica - 9ª edição/2010 - Concerto da Orquestra Sinfônica da UCS
Data: 11 de novembro de 2010 - quinta-feira
Local: UCS Teatro - R: Francisco Getúlio Vargas, 1130 - Cidade Universitária - Caxias do Sul - RS
Hora: 20horas

Apoio cultural:
LionsEduC - Unimed Nordeste - RS
Ingressos antecipados: de 8 a 11 de novembro de 2010 - Livraria do Maneco - Centro e Cidade Universitária
Orquestra Solidária:
Doe livros infantis

Forte abraço e até o concerto!

CONTATOS:
Moacir Lazzari – coordenador geral da Osucs – (54) 3289 9017 / (54) 8403 2590
Manfredo Schmiedt - maestro e diretor artístico da Osucs - (51) 96569450

--  Ester Chaves Rodrigues Comunicação - Osucs 54-3289-9030/ 54-9998-7307
 

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

DÍVIDA EXTERNA x DÍVIDA INTERNA

Você ouve falar em DÍVIDA EXTERNA e DÍVIDA INTERNA nos jornais e na TV, mas não entende direito?
  • Divida Interna = Dívida interna é a parte da dívida pública que representa o somatório dos débitos resultantes de empréstimos e financiamentos contraídos por um governo, com entidades financeiras e empresariais do seu próprio país. ( pt.wikipedia.org/wiki/Dívida interna) / Sempre que as despesas superam as receitas, há necessidade de dinheiro para cobrir o déficit. (economia.uol.com.br/glossario/index-d.jhtm) Isso é dívida interna.
  • Divida Externa = A dívida externa corresponde à soma dos débitos que o país tem com credores de outros países: bancos internacionais, FMI, governos e fornecedores estrangeiros.

Quando LULA assumiu o Brasil em 2002 deviamos:
Dívida Externa 212 Bilhões
Dívida Interna 640 Bilhões
Total de dívidas: 851 Bilhões

Em 2007 Lula disse que tinha pago a dívida externa. E é verdade, só que ele não explicou que para pagar a externa teve que aumentar a interna:

Em 2007 (Governo Lula):
Dívida Externa 0 Bilhões
Dívida Interna 1.400 Trilhão
Total de dívidas 1.400 Trilhão, ou seja, a dívida externa foi paga, mas a dívida interna quase dobrou.

Agora em 2010 você  não vê mais na TV e nos jornais sobre Dívida Externa quitada.
Sabe por que?
É que ela voltou.

Em 2010 (Governo Lula):
Dívida Externa estimada em 240 Bilhões de dólares  (
www.suapesquisa.com/economia/divida_externa.htm)
Dívida Interna 1.650 Trilhão de dólares. (
www.tribunadaimprensa.com.br/?p=6379&cpage=1)
Total de dívidas 1.890 Trilhão de dólares, ou seja, a dívida do Brasil aumentou em 1 Trilhão no governo LULA.

Daí é que vem tudo que o Lula está fazendo:
PAC (Eufemismo para Orçamento da União, que todo governo tem que organizar anualmente para distribuir verbas para seus vários ministérios)
bolsa família
bolsa educação
bolsa faculdade
bolsa cultura
bolsa para presos

Não é com dinheiro de crescimento; é com dinheiro de ENDIVIDAMENTO.
Nossa economia está toda subsidiada, ou seja: o Governo toma empréstimo pagando de 7 a 10% aos bancos e empresta a 5% para os empresários, para aquecer artificialmente a economia (gerar empregos e acelerar o consumo).
A diferença nós (chamados de elite burguesa) teremos que pagar com os nossos impostos, mas está tão elevada que já se tornou impagável.

VOCÊ MESMO(A) PODE DESCOBRIR MUITAS COISAS ESCABROSAS SE FIZER UMA SIMPLES PESQUISA NA INTERNET.

E ENTÃO?
VAI SE DEIXAR ENGANAR POR ESSA CORJA DE "INTELECTUAIS" E SINDICALISTAS SALTEADORES, SAQUEADORES E OPORTUNISTAS OU VAI CORRER ATRÁS DO PREJUÍZO?
É. Correr atrás do prejuízo, porque o lucro já era...
 

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

DOMINGO TEM CONCERTOS AO ENTARDECER! NÃO PERCA!

CONVITE!
Queridos amigos,
domingo, dia 31, tem Concertos ao Entardecer. A apresentação será do Quinteto de Metais da Orquestra Municipal de Sopros e terá a participação do Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica da UCS.


O quinteto de metais da OMS é formado por:
ROBERTO SCOPEL – Trompete
SAMUEL DOUGLAS DE CASTILHOS – Trompete
RAMON RIZZON – Trompa
SILAS DA SILVA - Trombone
FELIPE ISTAN – Tuba
Para este concerto o Quinteto de Metais tem a participação do percussionista Amauri Maciel.

O quinteto de metais da Osucs é formado por:

Fernando Costi e Everton Bragagnolo – trompetes;
Ramon Rizzon – trompa;
Paulo Ferreira – trombone
Felipe Istan – Tuba

O repertório contém desde árias e aberturas de óperas à música brasileira.

Não perca! convide seus amigos e familiares.
Um forte abraço e até o concerto.

Evento: Concertos ao Entardecer
Data:
31 de outubro de 2010 - DOMINGO
Local: Capela do Santo Sepulcro - Av. Julio de Castilhos, s/nº B: Lourdes - Caxias do Sul - RS

Hora: 18 horas
Realização: Museu Municipal e Orquestra Sinfônica da UCS

ENTRADA: sugere-se a doação de alimentos não perecíveis

*Se vc não deseja mais receber nossos e-mails por favor responda por este endereço.
 -- 
--  Ester Chaves Rodrigues Comunicação - Osucs 54-3289-9030/ 54-9998-7307

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Rock In Concert

Rock in Concert - 24/10/2010
 
Como diz o nosso amigo Ney Neto: "- Chame que eles virão."
Foi feiti]o o chamamento e os roqueiros compareceram em massa!
Apesar do tempo instável (que acabou se tornando um ensolarado dia de primavera) a galera compareceu e aproveitou a manhã mais roqueira de todos os tempos em Caxias do Sul.
As fotos mostram que quem perdeu vai demorar pra ver algo semelhante.
E quem foi lavou a alma e matou a fome de boa música e do melhor rock!
Esta era a minha visão, que estava lá no palco.
 
Muito bom!
Ainda dá pra assistir o concerto: Bento Gonçalves, Ginásio da UCS, dia 28/10/2010 - 20:30 horas
 
--- 
Longa vida ao Rock´n´Roll!!!


quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Turnê OSUCS E HARDROCKERS "Rock in Concert"

CONVITES
Queridos amigos

nos próximos dias 22, 24 e 28 de outubro a Orquestra Sinfônica da UCS reprisa o concerto com o tema  Rock in Concert.
Vamos novamente reunir duas grandes vertentes da música, unindo dois clássicos:  o Sinfônico e o Rock'n Roll. O show será conduzido pela regência do Maestro Manfredo Schmiedt tendo como convidados a Banda caxiense HardRockers, formada por Rafa Gubert, Rodrigo Campagnolo, Rafael Schmitt, Cristiano Tedesco e Graziano Anzolin.
No repertório as músicas de grandes bandas como: Queen, Scorpions, Whitesnake, Survivor, Barão Vermelho, Engenheiros do Haway, Detonautas, dentre outras.

Segue o serviço de cada concerto para você acompanhar e nos auxiliar na divulgação.
um grande abraço e até breve!


1- Evento: Concertos Integração - Rock in Concert - Apresentação da Orquestra Sinfônica da UCS e Banda Hardrockers comemorativo dos 160 anos do Município de Vacaria
Data: 22 de outubro de 2010 - SEXTA-FEIRA
Local: Concha Acústica do Parque de Rodeios Nicanor Kramer da Luz -
Vacaria- RS
Hora: 19 horas
Realização: Campus Universitário de Vacaria
Apoio Cultural: 
Prefeitura Municipal de Vacaria, Lions EduC e Banrisul
ENTRADA FRANCA


2- Evento: 4ª EDIÇÃO DO CONCERTO DA PRIMAVERA - Apresentação da Orquestra Sinfônica e CORO da UCS e a Banda Hardrockers - Celebração da estação da flores
Data: 24 de outubro de 2010 - DOMINGO
Local: Estacionamento da UCS TV -  R: Francisco Getúlio Vargas, 1130 - Cidade Universitária -
Caxias do Sul - RS
Hora: 10h30min da manhã
Realização: Universidade de Caxias do Sul e Unimed Nordeste - RS

Apoio cultural:
Lions EduC
ENTRADA FRANCA
traga seu chimarrão, toalha, cadeiras, familiares e amigos para juntos celebrarmos a chegada da PRIMAVERA.

3 - Evento: Concertos Integração - Rock in Concert em Bento Gonçalves - Apresentação da Orquestra Sinfônica da UCS e a Banda Hardrockers
Data: 28 de outubro de 2010 - quinta-feira
Local: Ginásio de Esportes do Campus Universitário da Região dos Vinhedos - CARVI - Bento Gonçalves
- RS
Hora: 20h30min
Realização: CARVI

Apoio cultural:
Lions EduC, Unimed Nordeste - RS e Banrisul
ENTRADA FRANCA
Ester Chaves Rodrigues Comunicação - Osucs 54-3289-9030/ 54-9998-7307

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Maestro Mandelli (1926 - 2010)

O mundo fica mais triste cada vez que alguém que fez diferença se vai.
O Maestro Pedro Paulo Mandelli foi um grande mestre para toda uma geração de jovens, de músicos, de cidadãos!
Esse homem humilde, alegre e batalhador soube, através do seu tempo e da sua condução, fazer com que centenas de jovens aprendessem a gostar de música. Aprendessem a fazer música. Aprendessem a ser cidadãos preocupados com a cultura.
Aprendi, como outros tantos junto comigo, muito com o Professor Mandelli.
Aprendi que, às vezes, é possível realizar sonhos.
Aprendi que ser humilde, antes de mais nada, é ser honesto consigo mesmo.
Aprendi que ser cidadão vai além de pensar em mim mesmo e nas pessoas à minha volta.
Ser cidadão é ser humilde e pensar grande.
Ser cidadão é respeitar para ser respeitado.
Ser cidadão é ensinar e estar pronto para aprender.
 
Aprendi muito com o Maestro Mandelli.
Durante os anos de convivência na Banda do Cristóvão, na Orquestra Sinfônica de Caxias do Sul, na Banda Municipal de Caxias do Sul (inaugurando banheiros e dividindo espaços com algumas das criaturas mais malucas da nossa cidade) pude viver alguns dos momentos mais marcantes da minha vida.
 
Há muito trabalho a ser feito ainda.
Há muito chão prá ser percorrido.
Há muita música pra ser feita.
 
Maestro!
Um dia voltaremos a tocar juntos.
E vai ser muito bom!!!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Sono

Muito sono
Mudança de horário
Sono.
Banho de café pela manhã.
Banho de vinagre no almoço.
Banho de tédio pela tarde.
Sono, muito sono.
O corpo reclama dos maus tratos ao longo dos anos.
A mente reclama dos maus tratos ao longo da vida.
A paciência reclama dos maus tratos durante cada minuto.
Essa coisa toda me cheira depressão.
Esse alarido silencioso é um aviso.
Reagir.
Não esmorecer.
Não dormir.
Vamos tentar.
 

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CONVITE - especial Mês da Criança

Os Saltimbancos
(PESSOAL! TÁ BOM DEMAIS!!! NÃO DÁ PRA PERDER!)

Queridos amigos, no dia 14 de outubro - quinta-feira, na edição do Quinta Sinfônica, a Orquestra Sinfônica e o Coro da UCS em parceria com o Coro Infanto-Juvenil de Veranópolis, apresentam o MUSICAL: "OS SALTIMBANCOS". 
O concerto reúne cerca de 100 artistas, entre cantores, orquestra e técnicos, sob a regência do Maestro Manfredo Schmiedt. Os arranjos musicais foram feitos, especialmente para esta apresentação por Geremias Freitas. A concepção cênica e de figurinos é de Cristiane Ferronato e do Coro Infanto-Juvenil de Veranópolis, com a assessoria de Renato Filippini. A direção de iluminação é de Renato Filippini.


Histórico:


"Os Saltimbancos": texto de Luiz Enriquez Bacalov e Sérgio Bardotti, adaptado por Chico Buarque foi montado pela primeira vez no Brasil em 1977. Em 1981, Os Trapalhões lançaram sua versão cinematográfica, "Os Saltimbancos Trapalhões", com Lucinha Lins no elenco e participações de Ivan Lins, Miúcha e Bebel Gilberto. O espetáculo ainda teve uma montagem histórica na casa de shows Canecão, no Rio de Janeiro (RJ), com artistas como Nara Leão.

A história:
Bremen, na República Federal da Alemanha, próxima ao porto de Hamburgo, é uma das mais belas cidades da Europa. É famosa, em todo o mundo, por várias razões, mas, para as crianças, é lembrada como a cidade dos animais-músicos, escrita pelos irmãos Jacob Ludwig Grimm (1785-1863) e Wilhelm (1786-1859), professores e que publicaram muitas histórias, reunindo velhas lendas e histórias germânicas. A história dos músicos de Bremen - o burro, o cão, a galinha e o gato, que se encontram na estrada e juntos vencem o inimigo, tornando-se donos felizes de uma estalagem, é de toda a obra, dos irmãos Grim, uma das mais famosas.  O compositor italiano Luís Enriquez e o letrista Sérgio Bardotti, este muito amigo do Brasil, versionista de músicas de Vinícius de Moraes e Chico Buarque para aquela língua, fizeram uma nova adaptação de "Os Músicos de Bremen", com o título de "Os Saltimbancos". Não há narrador na história, e as próprias canções vão conduzindo o desenrolar dos acontecimentos.  O coral de vozes infantis emolduram de forma graciosa, unindo e valorizando cada uma das canções.  As letras foram tão bem adaptadas por Chico, as músicas são tão bonitas que qualquer pessoa de sensibilidade ouve com viva emoção todo este musical. As crianças descobrindo ensinamentos preciosos, mais do que uma simples história, uma visão do mundo, dos homens e da justiça - mensagem que também chega aos adultos. Por exemplo, uma das canções, "A Cidade Ideal", é um pequeno projeto poético de urbanismo, bem como desejaria o arquiteto Jaime Lerner. Algumas das canções podem ser destacadas e ouvidas isoladamente. O que faz de "Os Saltimbancos" uma obra para todas as idades, embora seja, aparentemente, destinado especificamente ao público infantil - é sobretudo, pelo amor com que foi produzido, trabalho de Chico Buarque e Sérgio de Carvalho. "Os Saltimbancos" é o melhor presente que uma criança pode ganhar. Um presente musical e fascinante, que, bem cuidado, permanecerá sempre, como um momento muito feliz de amor a música e a vida, traduzido nas crianças, em sua pureza e em seu mundo maravilhoso de sonhos e fantasias.

Serviço:
Evento: Quinta Sinfônica - Saltimbancos - Apresentação da Orquestra Sinfônica da UCS - Coro da UCS e Coro Infanto-Juvenil de Veranópolis

Data: 14 de outubro de 2010 - quinta-feira
Local: UCS Teatro - R: Francisco Getúlio Vargas, 1130 - Cidade Universitária -
Caxias do Sul
- RS
Hora: 20horas
Realização: Coro Infanto-Juvenil de Veranópolis - Prefeitura Municipal de Veranópolis - Universidade de Caxias do Sul

Apoio cultural:
Lions EduC - Unimed Nordeste - RS
Ingressos antecipados: de 11 a 14 de outubro de 2010 - Livraria do Maneco - Centro e Cidade Universitária
Orquestra Solidária: Doe livros infantis

CONTATOS:
Moacir Lazzari – coordenador geral da Osucs – (54) 3289 9017 / (54) 8403 2590
Manfredo Schmiedt - maestro e diretor artístico da Osucs - (51) 96569450
Cristiane Ferronato – coro Infanto-Juvenil de Veranópolis – (54) 99863903/ (54) 3441 1661
Renato Filippini - coro da UCS (54) 3221 3095 -
r.filippini@terra.com.br
 --  Ester Chaves Rodrigues Comunicação - Osucs 54-3289-9030/ 54-9998-7307

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Fwd: Espetáculo Salsa ao Mambo


Daiane Luza
Produção Cultural
Unidade de Música - Secretaria Municipal da Cultura

QUEM É VOCÊ?

Cristiano Dub e Tiarlei Camargo

convidam:

  

QUEM É VOCÊ?

Vernissage: 07 de outubro às 20 horas

Período da exposição: 08 a 30 de outubro

Horário para visitação: das 8 às 20 horas

Local: Jardim de Inverno Sesc Caxias do Sul

Sinopse:  Os adolescentes no processo de construção da identidade e da personalidade identificam-se com grupos, através da semelhança de um ou mais aspectos, como por exemplo, músicas, estilos, esportes, tradições, arte, política e religião. Cada grupo se coloca frente ao mundo, através de sua forma de sentir, pensar e agir, passando idéias diferentes de viver. Assim, convivendo com iguais, sentem-se seguros e reafirmados. "Quem é você?": Busca que o observador reflita sobre sua identidade.

 
Viviana Malfatti
Agente de Cultura e Lazer
Sistema Fecomércio - SESC Caxias do Sul
Fone: (54) 3221-5233
E-mail:
vmalfatti@sesc-rs.com.br
---Evite imprimir!---Pense no MEIO AMBIENTE.


 

terça-feira, 5 de outubro de 2010

ESPETÁCULO SALSA AO MAMBO - 10 E 11.10

 
Assessoria de Comunicação
Unidade de Música - SMC
(54) 3901 1316 ramal 211 e 219
Twitter: orqsoproscaxias
www.orquestradesopros.com.br
www.orquestradesopros.blogspot.com
 

Água do planeta é contaminada com hormônios

Fabio Reynol, da Agência FAPESP
Sábado, 02 de outubro de 2010 - 11h24

Agência FAPESP – Durante a década de 1990, houve uma redução na população de jacarés que habitava os pântanos da Flórida, nos Estados Unidos. Ao investigar o problema, cientistas perceberam que os machos da espécie tinham pênis menores do que o normal, além de apresentar baixos índices do hormônio masculino testosterona.
Os estudos verificaram que as mudanças hormonais que estavam alterando o fenótipo dos animais e prejudicando sua reprodução foram desencadeadas por pesticidas clorados empregados em plantações naquela região.
Esses produtos químicos eram aplicados de acordo com a legislação norte-americana, a qual estabelecia limites máximos baseados em sua toxicidade, mas não considerava a alteração hormonal que eles provocavam, simplesmente porque os efeitos não eram conhecidos.
Assim como os pântanos da Flórida, corpos d'água de vários pontos do planeta estão sendo contaminados com diferentes coquetéis que podem conter princípios ativos de medicamentos, componentes de plásticos, hormônios naturais e artificiais, antibióticos, defensivos agrícolas e muitos outros em quantidades e proporções diversas e com efeitos desconhecidos para os animais aquáticos e também para pessoas que consomem essas águas.
"Em algumas dessas áreas, meninas estão menstruando cada vez mais cedo e, nos homens, o número de espermatozoides despencou nos últimos 50 anos. Esses são alguns problemas cujos motivos ninguém conseguiu explicar até agora e que podem estar relacionados a produtos presentes na água que bagunçam o ciclo hormonal", disse Wilson Jardim, professor titular do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), à Agência FAPESP.
O pesquisador conta que esses contaminantes, chamados emergentes, podem estar por trás de vários outros efeitos relacionados tanto à saúde humana como aos ecossistemas aquáticos.
"Como não são aplicados métodos de tratamento que retirem esses contaminantes, as cidades que ficam à jusante de um rio bebem o esgoto das que ficam à montante", alertou o pesquisador que coordena o Projeto Temático "Ocorrência e atividade estrogênica de interferentes endócrinos em água para consumo humano e em mananciais do Estado de São Paulo", apoiado pela FAPESP.
O aumento no consumo de cosméticos, de artigos de limpeza e de medicamentos tem piorado a situação, de acordo com o pesquisador, cujo grupo encontrou diversos tipos de produtos em amostras de água retirada de rios no Estado de São Paulo. O antiinflamatório diclofenaco, o analgésico ácido acetilsalicílico e o bactericida triclosan, empregado em enxaguatórios bucais, são apenas alguns exemplos. 
A esses se soma uma crescente coleção de cosméticos que engorda o lixo químico que vai parar nos cursos d'água sem receber tratamento algum. "Estima-se que uma pessoa utilize, em média, dez produtos cosméticos e de higiene todos os dias antes mesmo de sair de casa", disse Jardim.
Sem uma legislação que faça as empresas de distribuição retirar essas substâncias tanto do esgoto a ser jogado nos rios como da água deles captada, tem sido cada vez mais comum encontrar interferentes hormonais nas torneiras das residências. Os filtros domésticos disponíveis no mercado não dão conta dessa limpeza.
"Os métodos utilizados pelas estações de tratamento de água brasileiras são em geral seculares. Eles não incorporaram novas tecnologias, como a oxidação avançada, a osmose inversa e a ultrafiltração", disse o professor da Unicamp, afirmando acreditar que tais métodos só serão incorporados pelas empresas por meio de uma legislação específica, uma vez que eles encareceriam o tratamento.
Uma das primeiras cidades a enfrentar esse tipo de contaminação foi Las Vegas, nos Estados Unidos. Em meio a um deserto, o município depende de uma grande quantidade de água retirada do lago Mead, o qual também recebe o esgoto da cidade.
Apesar de contar com um bom tratamento de esgoto, a água da cidade acabou provocando alterações hormonais nas comunidades de animais aquáticos do lago, com algumas espécies de peixes tendo apresentado altos índices de feminilização. Universidades e concessionárias de água se uniram para estudar o problema e chegaram à conclusão de que o esgoto precisava de melhor tratamento.
"Foi uma abordagem madura, racional e que contou com o apoio da população, que se mostrou disposta a até pagar mais em troca de uma água limpa desses contaminantes", contou Jardim.
Alterações como o odor na água são indicadores de contaminantes como o bisfenol A, produto que está presente em diversos tipos de plásticos e que pode afetar a fertilidade, de acordo com pesquisas feitas com ratos no Instituto de Biociências do campus de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp).
Jardim alerta que o bisfenol A é um interferente endócrino comprovado que afeta especialmente organismos em formação, o que o torna perigoso no desenvolvimento endócrino das crianças. Além dele, a equipe da Unicamp também identificou atrazina, um pesticida utilizado na agricultura.
Não apenas produtos que alteram a produção hormonal foram detectados na pesquisa, há ainda outros que afetam o ambiente e têm efeitos desconhecidos no consumo humano. Um deles é o triclosan, bactericida empregado em enxaguatórios bucais cuja capacidade biocida aumenta sob o efeito dos raios solares.
Se o efeito individual de cada um desses produtos é perigoso, pouco se sabe sobre os resultados de misturas entre eles. A interação entre diferentes químicos em proporções e quantidades inconstantes e reunidos ao acaso produz novos compostos dos quais pouco se conhecem os efeitos.
"A realidade é que não estamos expostos a cada produto individualmente, mas a uma mistura deles. Se dois compostos são interferentes endócrinos quando separados, ao juntá-los não significará, necessariamente, que eles vão se potencializar", disse Jardim.
Segundo ele, essas interações são muito complexas. Para complicar, todos os dados de que a ciência dispõe no momento são para compostos individuais.
Outra preocupação do pesquisador é a presença de antibióticos nas águas dos rios. Por meio do projeto "Antibióticos na bacia do rio Atibaia", apoiado pela FAPESP por meio de um Auxílio à Pesquisa – Regular, Jardim e sua equipe analisaram de 2007 a 2009 a presença de antibióticos populares na água do rio paulista.
A parte da análise ficou por conta do doutorando Marco Locatelli, que identificou concentrações de cefalexina, ciprofloxacina, amoxicilina e trimetrotrin em amostras da água do Atibaia.
A automedicação e o consumo exacerbado desse tipo de medicamento foram apontados por Jardim como as principais causas dessa contaminação que apresenta como risco maior o desenvolvimento de "superbactérias", microrganismos muito resistentes à ação desses antibióticos.
Todas essas questões foram debatidas no fim de 2009 durante o 1º Workshop sobre Contaminantes Emergentes em Águas para Consumo Humano, na Unicamp. O evento foi coordenado por Jardim e recebeu o apoio FAPESP por meio de um Auxílio à Pesquisa – Organização de Reunião Científica e/ou Tecnológica.
O professor da Unicamp reforça a gravidade da questão da água, uma vez que pode afetar de inúmeras maneiras a saúde da população e o meio ambiente. "Isso já deve estar ocorrendo de forma silenciosa e não está recebendo a devida atenção", alertou.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

"FARRAPOS" - Teatro do SESI

Neste sábado, 25, o Teatro do Sesi apresenta ''Os Farrapos – Histórias de uma História''.
O espetáculo com produção da Ueba e direção de Jonas Picolli conta a história do Rio Grande do Sul na época da Revolução Farroupilha.
Criada a partir das Oficinas Culturais do SESI Caxias do Sul, onde 40 atores - industriários dão vida aos personagens gauchescos, a peça promete arrancar lágrimas e sorrisos da platéia.
A apresentação acontece sábado, 25, no Teatro do SESI, Rua: Pinheiro Machado - 3251, às 20h.
O ingresso vale 1kg de alimento não perecível.

Para mais informações:
http://www.uebapro.com.br/ ou (54) 3028 - 8192.
TODOS AO TEATRO!!!!

CONCERTO CAPRICCIO ITALIANO - 26.09

DIVULGACIONNE!!!

CONCERTOS AO ENTARDECER - ÁRIA TRIO

CONVITE - ÁRIA TRIO
Queridos amigos, no dia 26 de setembro - domingo, acontece mais uma edição dos Concertos ao Entardecer.
A apresentação é do "ÁRIA TRIO" com o recital "Ad Libitum", nome do CD gravado pelo grupo e lançado em dezembro de 2009,  e que todos poderão conferir na edição dos Concertos Entardecer.
O grupo está nos palcos há dez anos. O cd possui doze faixas instrumentais, sendo onze de autoria própria e uma regravação.
O nome do trabalho, Ad Libitum, foi escolhido por significar, do latim, "à vontade", "a bel-prazer". Essa expressão, quando usada em música, frequentemente é abreviada para ad lib e confere ao executante um ar de liberdade na interpretação do tema. A proposta de recital é transportar o ouvinte a lugares onde só a música consegue chegar.

O grupo é formado pelos músicos: Valdir Verona - violão e viola; Esmeralda Frizzo - piano e Ricardo Biga - harmônicas.
Neste concerto contam com a participação de Rosa Amélia - percussão.

Não perca!! Vá ao concerto e convide amigos e familiares.
Serviço:
Evento: Concertos ao Entardecer - Ária Trio
Data: 26 de setembro de 2010 - domingo
Local: Capela do Santo Sepulcro - Av. Julio de Castilhos, s/nº - B: Lurdes -  Caxias do Sul - RS
Hora: 18 horas
Realização: Orquestra Sinfônica da UCS e Museu Municipal
Colabore com alimento não perecível.
Informações: Osucs - (54) 32899017

CONTATOS:
Moacir Lazzari – coordenador geral da Osucs – (54) 3289 9017 / (54) 8403 2590
Liliana Henrichs – Museu Municipal – (54) 3221 2423
Ricardo Biga – representante do "Ária Trio"- (54) 3028.1746 / (54) 9971.3479 bigaitas@hotmail.com; www.teclasecordas.com
--
Ester Chaves Rodrigues
Comunicação - Osucs
54-3289-9030/ 54-9998-7307

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

ALERTA!!! Guitarra Roubada!!! Repassem por favor!!!

ATENÇÃO!!!
ISSO É MUITO SÉRIO!!!

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Léozão Reis <leozaoreis@gmail.com>
Data: 16 de setembro de 2010 08:13
Assunto: Guitarra Roubada!!!! Repassem por favor!!!!!!!!

Olá Galera,

Segue e-mail do meu amigo Marcos Bonetto que teve sua guita roubada!!!! Favor repassar!!

Grande Abraço!

Léozão



-----------------------------------------------------------------------------------------



Boa tarde a todos!
 
Segue em anexo, fotos de uma guitarra que foi furtada com um case N Case (cor bege)
 
Epiphone Lespaul Custom Flame Top
Ela esta equipada com straplok e captação original, a posição do captador do braço não funciona bem, e sua ferragem é dourada e está sem o escudo de proteção do modelo custom
 
Gostaria de um "help" dos amigos para tentar recupera-la
 
Contatos ficam esse e-mail (podem adicionar no msn também)
Meu fone Pessoal Marcos Bonetto 54 9155.7772
Fone do LEOZÃO Reis Batera 54 9981.8064
E a escola de musica Allegro (Rigon) 54 3225.7163
 
"longa vida ao Rock"
 
Abraços
Marcos Bonetto




--
Luiz Severo Bocchese
(54) 9971-5778
-----------------------------------------
Skype: luizbokabocchese
-----------------------------------------
Meu canal no YouTube:
http://www.youtube.com/user/luizbocchese
-----------------------------------------
Visite meu micro-blog:
http://twitter.com/LuizBocchese
-----------------------------------------
Visite meus blogs:
Falácias & Fanfarronadas - http://falaciasefanfarronadas.blogspot.com
Blog do Palhaço Valter - http://palhacovalter.blogspot.com
Blog dos Estressados - http://estressados.blogspot.com

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

HOJE ´DIA DE FESTA (2) - DIA DO PROGRAMADOR!!!!

HOJE É DIA DO PROGRAMADOR!!!!
 
O Dia do Programador é uma data festiva comemorada no 256º dia do ano, celebrada por programadores em todo o mundo. Esta é uma data significativa para programadores porque 256 é igual a 28 (2 elevado à 8ª potência), e 8 é o números de bits de um byte.

O Dia do Programador geralmente cai 13 de Setembro, exceto em anos bissextos, quando ele é comemorado no dia 12 de Setembro.

MODOS DE COMEMORAR
Pelo mundo afora a tradição inclui comportar-se de forma boba, editar a Wikipedia, desenvolver códigos idiotas, jogar jogos de computador, brincar com velhos computadores etc.

No Brasil a tradição ainda não existe, mas a data já aparece em spams e e-mails, fazendo com que a leitura de algum spam também seja parte da celebração. Além disso, no meio acadêmico a data deve proporcionar um encontro dos primeiros programadores locais com os atuais, promovendo palestras e minicursos de linguagens antigas, como Assembly, Cobol e Fortran, para que suas sintaxes não sejam esquecidas.

Conversar sobre programação com quem não entende nada e assistir a filmes apreciados por programadores como Guerra nas Estrelas e Matrix também devem fazer parte dessa celebração.
 
Jundo com o Dia Nacional da Cachaça, a data PROMETE!!!!

 
 

DIA NACIONAL DA CACHAÇA

Vamos Comemorar!

Cachaça é a denominação típica e exclusiva da aguardente de cana produzida no Brasil, obtida pela destilação do mosto fermentado do caldo de cana–de–açúcar.
A história do desenvolvimento da Cachaça, bebida de sabor único, está ligada diretamente a história do nosso país, desde a época da colonização, tendo, portanto, influência significativa na formação sócio–antropológica brasileira. A Cachaça é o primeiro destilado da América Latina.
A data escolhida para o Dia Nacional da Cachaça tem motivo histórico, pois em 13 de setembro de 1661 a coroa portuguesa liberou a produção e comercialização da cachaça no Brasil após a pressão e rebelião dos produtores.
 
O dia 13 de setembro marca a importância da Cachaça como um dos símbolos mais representativos da identidade do povo brasileiro.
 
 

 

 

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

12º CAXIAS EM CENA - PROGRAMAÇÃO

VAMOS LÁ!!!!

sábado, 4 de setembro de 2010

ROCK IN CONCERT

CONVITE
Queridos amigos da Orquestra Sinfônica da UCS,como todos sabem, realizamos anualmente 10 edições do Programa Quinta Sinfônica. Para cada mês escolhemos um tema, uma data comemorativa ou um estilo específico. O mês de setembro foi eleito para contemplar sempre a música popular. Neste ano, vamos reunir duas grandes vertentes da música, unindo dois clássicos:
o Sinfônico e o Rock'n Roll. Que as pedras rolem... o show será muito especial ... conduzido pela regência do Maestro Manfredo Schmiedt a orquestra tem o prazer de ter como convidados a Banda caxiense HardRockers, formada por Rafa Gubert, Rodrigo Campagnolo, Rafael Schmitt, Cristiano Tedesco e Graziano Anzolin e a participação do Coro da UCS.

No repertório as músicas de grandes bandas como: Queen, Scorpions, Whitesnake, Survivor, Barão Vermelho, Engenheiros do Haway, Detonautas, dentre outras.

Não perca!! repasse este convite aos amigos e familiares.

Serviço:
Evento: Quinta Sinfônica – ESPECIAL ROCK IN CONCERT
Data: 09 de setembro de 2010 - quinta-feira
Local:
UCS Teatro – Cidade Universitária - R: Francisco Getúlio Vargas, 1130 - Caxias do Sul - RS
Hora: 20 horas
Realização: Universidade de Caxias do Sul
Apoio Cultural: Unimed Nordeste-RS e Lions EduC
Orquestra Solidária – Colabore com alimento não perecível.
Ingressos antecipados: 6 a 9 de setembro na Livraria Maneco Universitária – Centro de Convivência – Cidade Universitária e Livraria do Maneco Centro – R: Marechal Floriano, 879 – esquina Sinimbu – Caxias do Sul.
Informações: Osucs - (54) 32899017


Chegue antecipadamente e desfrute da Cidade Universitária, aproveite o Centro de Convivência, a Galeria, o Museu e tantos outros espaços, e assim garanta seu estacionamento com maior tranquilidade. Agradecemos a sua compreensão e a sua presença.

Ester Chaves Rodrigues
Comunicação - Osucs
54-3289-9030/ 54-9998-7307

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Vazamento de petróleo no Golfo do México.

Recebi diversas mensagens sobre este tema mas cada uma com coisas diferentes.
Pessoas misturaram opiniões próprias e sensacionalistas com o fato que acontece desde 20 de abril de 2010.
Aqui a transcriçãode um texto publicado no UOL.

Leiam e repassem. Não podemos fazer nada além de nos indignarmos e questionar certas "soluções" que nos são socadas goela abaixo rodos os dias.

------------------------------------------------------------------------

A situação pode ser mais grave que se imagina!
British Petroleum condena a vida marinha e oceanos

Copiado daqui!


Não é novidade para o mundo que os oceanos já sofrem com a poluição e elevações de temperatura por conta do desequilíbrio ambiental.
Mas hoje o que está por vir, é muito maior do que qualquer pessoa possa conceber como aceitável.
A British Petroleum, empresa responsável pelo petróleo derramado no golfo do México não possui nenhuma tecnologia para deter os estimados 80 à 100 mil barris de petróleo por dia no oceano.
Como mentes tão brilhantes pode explorar nossos recursos naturais sem se quer saber como controlar seus próprios artefatos engenhosos? Como não possuem uma tecnologia capaz de impedir ou controlar possíveis acidentes com conseqüências inimagináveis para a vida marinha e humana?

Cientistas afirmam! Se o vazamento de petróleo não for controlado, em 18 meses todo o oceano estará contaminado...
E agora Greenpeace? A preocupação do Greenpeace é com algumas espécies serem extintas, espécies como, Atum azul do atlântico norte, em risco de eminente extinção. Temem também pelos tubarões,tartarugas e até mesmo baleias. Agora a preocupação real é pelos golfinhos que devem ter dificuldades extremas para respirar e se manterem vivos.
O que o Greenpeace ainda não percebeu é que os danos provocados por esse vazamento de petróleo pode acabar não só com algumas espécies, mas sim com toda a vida marinha dos oceanos.

Cientistas norte americanos já afirmam que se o vazamento não for detido, as conseqüências podem se tornar devastadoras provocando uma reação em cadeia sem precedentes.
A Flórida por exemplo, sua situação é muito pior do que a mídia comenta,aliás quase nem se fala mais no pior desastre ambiental do planeta.
O assunto em pauta agora é a copa do mundo,todos pelo futebol,mas nosso oceano está morrendo lentamente e a população da costa americana está correndo sérios riscos de morte. Sem falar das espécies que agonizam lentamente.
A que ponto chegou a humanidade!


Foi estimado por peritos , que a pressão atual que o petróleo jorra nas águas do Golfo é de aproximadamente,20.000 a 70.000 PSI ( Libras por Polegada ).
Nem a BF, e nem os governos das principais potencias do mundo teriam tecnologia para deter tal força com tanta profundidade.

Já se fala em uma evacuação em massa na Flórida, já que o petróleo contém substâncias tóxicas que contaminam tudo ao redor.
O lamentável é que não poderemos fazer nada quanto a isso, pois se o problema continuar em 18 meses todo o oceano pode estar contaminado.
Não se sabe ao certo se os governantes estão adotando as medidas de emergência com um super plano de evacuação de maneira sigilosa, pois pelo que tudo indica, isso pode ser uma questão de alguns meses para que ocorra.
Em algum momento o buraco da perfuração ficará muito grande, aumentando seu tamanho abaixo da cabeça do poço, deixando a área muito fraca onde o poço está. A intensa pressão,então empurrará a cabeça do poço fora, permitindo um fluxo sem restrição de petróleo e etc...
O buraco continuará a aumentar de tamanho permitindo mais e mais petróleo fluir para o Golfo. Depois de muitos bilhões de barris de petróleo já terem sido derramados, a pressão da cavidade enorme a 8 km abaixo do solo do oceano começará a normalizar.
Isso então permitirá que a água, sob forte pressão a 1,6 km de profundidade, seja forçada para dentro da cavidade onde o petróleo estava. A temperatura a essa profundidade está perto de 200 graus centígrados, possivelmente mais.
A água evaporará, criando uma enorme quantidade de força , levantando o solo do Golfo. É difícil saber quanto de água entrará na crosta, também não é possível calcular o quanto o solo levantará.

As ondas do tsunami criado serão alguma coisa em torno 6 a 24 de altura, possivelmente maiores. Então o solo cairá dentro da cavidade vazia. É assim que a natureza fechará o buraco.
Dependendo da altura do tsunami, o cascalho do oceano, petróleo e estruturas existentes serão arrastadas pelas praias entrando terra a dentro, deixando uma área de 80,5 a 322 km desprovida de vida. Mesmo que os escombros sejam retirados, a contaminação do solo e da água impossibilitará a re-população por um período desconhecido de anos. (final da informação liberada pelos cientistas).
De Tom Buyea Flórida News Service
(End of scientists information release.) From Tom Buyea FL News Service



quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Ligando as Turbinas!!!!

Orquestra da UCS & HardRockers!!!
\O_o/
Vai bombar!!!
 
TODOS AO TEATRO!!!
YEAH!!!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

CONVITE - Felinícias - Estreia

POVO DE SUCUPIRA!!!
ESSE É UM CONVITE MAIS QUE ESPECIAL!!!!!
VAMOS PRESTIGIAR!!!!!
TODOS AO TEATRO!!!!
 
----------------------------

Multimídia e linguagem corporal é o novo desafio da Ueba para contar uma história de amor.

 

 

A Ueba – Produtos Notáveis traz mais um espetáculo para Caxias do Sul. Com um novo desafio, o grupo apresenta desta vez Felinícias, obra inspirada na concepção artística de Fellini e em filmes mudos, sob direção de Jessé Oliveira.

Felinícias é um novo conceito de trabalho para a Ueba. A utilização de projeções e a linguagem corporal como principal diálogo, mostram o quanto é possível juntar diferentes representações artísticas em um mesmo contexto. O público, portanto, terá a possibilidade de assistir a peça pelos diversos ângulos entre palco e tela, com diversão e emoção garantida. 

Ao Abordar um tema simples que fala sobre as impossibilidades e barreiras do amor, o espetáculo inova com recursos multimídia na apresentação. Misturando as práticas específicas do teatro e do cinema, os atores dialogam em sintonia com as diferentes linguagens, proporcionando integração entre a cena projetada e a apresentação ao vivo.

O elenco renomado traz Jonas Piccoli e Aline Zilli que vivem Felício e Nícia, o casal protagonista. A equipe também é formada pela direção de Jessé Oliveira, preparação corporal de Gislaine Sachett, trilha musical de Gutto Basso, figurino de Raquel Cappelletto e captação e edição de imagens da Generall Vídeo Produtora. 

As apresentações acontecem no período de atividades do Aquecendo a Cena, nos dias 4 e 5 de Setembro na Casa da Cultura.

Realização: Ueba – Grupo de Teatro Produtos Notáveis

Financiamento: Lei Municipal de Incentivo à Cultural.

Patrocínio: Empresas Randon, Adere, Guinchos Vanin, Via Inox Tramontina

Apoio: Grupo RBS,  Contual, Ricardo Boff e W37.

 

Quando?

 

O quê?  Felinícias – Histórias de Amores e Clowns

Quando? 4 e 5 de setembro, 2010

Horário? 20hs

Onde? Casa da Cultura – Teatro

Quanto? R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 para idosos e estudantes

Informações: (54) 3028.8192

 

 

Jonas Piccoli
Grupo Ueba - Produtos Notáveis
(54) 3028 81 92 - 3028 81 94 - 8118 51 52
www.uebapro.com.br
Twitter: @jonas_ueba
uebapro.blogspot.com

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Somente agenda cultural????

O que fazer quando não se tem nenhuma idéia?
De novo??
Sim. De novo.
Hoje vamos trabalhar essa face do ser humano: até os mais conversadores ficam sem assunto.
Quando isso acontece, o caos se estabelece.
A cabeça do falador trava. Colam-se as placas. O cérebro ferve.
Não poder desfiar papo furado dá aquela sensação que só quem parou (ou tentou parar) de fumar pode descrever.
Então, agarro as palavras que vão passando na cabeça e jogo elas no texto.
Vai que fica um arranjo bom, não é mesmo??
Assistindo, ou melhor: ouvindo as "piadas" dos programas hmorísticos, tem um monte de frases perdidas.
Papo furado sobre "pactos de paz" entre sogro e genro.
Um lástima.
Não tem graça. É uma "comédia de costumes".
Muito fraca.
Aliás, cada vez mais difícil achar graça das coisas engraçadas.
E os caras que são "profissionais" em fazer rir, estão realmente rareando.
Estamos perdendo as referências!
E, com isto, perdendo a conversa, perdendo o papo furado.
É preciso revolucionar!!!!
Nem que seja uma piada nova.
mmmmmmm...
Não vai ser dessa vez.
Talvez na próxima.
Piada nova é uma dificuldade que bah!!!

CONVITE: Semana da Fotografia

Fotografe e poste suas fotos AQUI!!!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

NESTA QUINTA - TEM QUINTA SINFÔNICA!!!!

Convite
Queridos amigos da Orquestra Sinfônica da UCS, quinta-feira,
dia 12, acontece a 6ª edição do Programa Quinta Sinfônica, da temporada 2010.
Como convidado a orquestra traz o solista Nikolay Alipiev - trompa (Osesp). A regência é do Maestro Manfredo Schmiedt.
O espetáculo tem início às 20 horas, no UCS Teatro. A entrada é franca e os ingressos estão à disposição nas Livrarias Maneco (centro e cidade universitária)
O repertório selecionado apresenta: "Concerto Nº 1 para trompa e orquestra" de Richard Strauss; "3ª sinfonia - Heróica" de Ludwig van Beethoven.


NIKOLAY ALIPIEV - búlgaro, naturalizado brasileiro. Teve as primeiras aulas de música aos oito anos. Estudou na Escola de Música de Burgas, tendo aulas também com Todor Todorov. Foi vencedor de vários prêmios, destacando-se o 1º lugar no Concurso de Melhor Interpretação de Obra Russa de Burgas; o prêmio especial no Seminário dos 250 anos da Escola de Trompa e o primeiro lugar no Concurso da Academia Nacional de Música de Sofia.Em 1990, ingressou na Academia Nacional de Música de Sofia, onde se formou na classe de Vladislav Grigorov. Em 1991, tornou-se primeira trompa da Orquestra Sinfônica Jovem do Mundo. Tocou com a Orquestra Nacional da Bulgária e participou do curso de regência em Siena, Itália de 1991 a 1995. Em 1992, assumiu o posto de primeira trompa da Orquestra da Rádio Búlgara. Em1996 ocupou o mesmo cargo de 1ª trompa na Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto, sob regência de Roberto Minczuk. Em 2000, passou a ser 1ª trompa da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, até 2001, quando passou a integrar a OSESP - Orquestra Sinfönica do Estado de Säo Paulo. É membro do Quinteto de Metais Sampa Brass desde 2008, e do Grupo Contemporâneo da EMESP-Escola de Música do Estado de Säo Paulo desde 2010. Nikolay Alipiev é professor concursado da EMESP-Tom Jobim, da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, além de professor das Faculdades Mozarteum e Cantareira e professor convidado em diversos festivais.

*Não perca! Repasse este e-mail e convide seus amigos e familiares.*
Um forte abraço a todos e até o concerto!



SERVIÇO:
Evento: Quinta Sinfônica - Maestro Manfredo Schmiedt - solista: Nikolay Alipiev - trompa (Osesp)
Data: 12 de AGOSTO de 2010 - quinta-feira
Hora: 20horas
Local: UCS Teatro - Caxias do Sul - RS
Ingressos: Estão disponíveis na Livraria do Maneco Universitária - Centro de Convivência da UCS e Livraria do Maneco Centro: R: Marechal Floriano, 879 - esq. Sinimbu - Caxias do Sul
A Entrada Franca, com sugestão da doação de alimentos não perecíveis.

Apoio Cultural: Unimed Nordeste RS e LionsEduc.
Informações: 3289 9017
--  Ester Chaves Rodrigues Comunicação - Osucs 54-3289-9030/ 54-9998-7307